É preciso separar a discussão sobre o voto impresso da agitação bolsonarista. Por Luis Felipe Miguel

Bolsonaro defende o voto impresso desde antes de sua eleição, em 2018
EVARISTO SÁ/AFP – 05.05.2021

O que Bolsonaro e Bia Kicis estão fazendo é – transparentemente – criar tumulto. Serve para alimentar a lenda de que Bolsonaro é a voz da imensa maioria do povo brasileiro e inimigo nº 1 da velha política, por isso as eleições de 2018 teriam sido fraudadas contra ele.

O fato de que ele ganhou as eleições – e o fato de que a fraude institucional que então ocorreu foi no sentido de beneficiá-lo? Bom, são só fatos. E fatos, como todos sabemos, nada importam para Bolsonaro e sua base.

Mais importante ainda, a agitação sobre o voto impresso serve para lançar uma sombra sobre as eleições do ano que vem, permitindo ao bolsonarismo contestar uma derrota hoje bastante provável, justificar uma tentativa de golpe e trabalhar para inviabilizar o próximo governo.

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.