Pharol com peagá

Foto: Wirestock/Freepik

O home office, as lives e os meetings podem ser um bom negócio. Por trás da avaliação do jornalista Ricardo Miranda, diretor-presidente da Casa do Jornalista de Juiz de Fora, há um projeto de jornalismo que reúne um diversificado grupo de profissionais da comunicação. Após recuperar uma associação da década de 1950 e fazer uma ampla compilação de dados sobre economia, educação, saúde e política da Zona da Mata de Minas, o grupo projeta para o final do mês de maio o lançamento de um jornal digital.

O novo veículo, que vai se chamar O Pharol, com peagá, como gostam de ressaltar seus criadores, é uma homenagem a um dos mais influentes e modernos jornais de Minas Gerais, que tinha sede em Juiz de Fora. A história de

Continue lendo no Observatório da Imprensa.