Para tentar se aproximar de Renan Calheiros, Bolsonaro foi ao encontro de Sarney

Na tentativa de se aproximar do senador e relator da CPI da Covid-19, Renan Calheiros (MDB-AL), e abrigar de vez o MDB na sua base aliada para amenizar os impactos da investigação no Senado, Jair Bolsonaro foi ao encontro do ex-presidente José Sarney.

De acordo com o senador e líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM), o encontro foi para “quebrar o gelo” de Bolsonaro com os emedebistas. “Foi uma tentativa do presidente de quebrar o gelo e abrir um canal de interlocução com o partido.”

Contudo, Braga avalia que o movimento de Bolsonaro não deve colher resultados de longo prazo na bancada do MDB. Até o momento, as tratativas do Planalto não convenceram a maioria da bancada.

Já Renan Calheiros criticou o movimento dúbio do Palácio do Planalto em relação ao seu nome na relatoria da CPI.

“Acho que são sinais trocados, evidentemente. Mas essa conversa


Continue lendo no O Cafezinho.