Hidroxicloroquina dobra risco de reação adversa grave a medicamentos usados contra Covid

Entre brasileiros que tiveram reações adversas, graves ou não, a remédios usados contra Covid-19, os que usaram hidroxicloroquina tiveram duas vezes mais riscos de apresentar reações graves. A hidroxicloroquina não tem eficácia comprovada contra a doença, mas foi recomendada pelo Ministério da Saúde, pelo presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores no tratamento contra a Covid-19.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), houve um aumento significativo nas notificações de reações adversas à cloroquina. Em 2020, foram registrados 916 casos, e, em 2019, 139. Isso representa um aumento de mais de seis vezes.

Fonte: Artigo de Melo e outros (Cadernos de Saúde Pública)

O post Hidroxicloroquina dobra risco de reação adversa grave a medicamentos usados contra Covid apareceu primeiro em revista piauí.

Continue lendo na Revista Piauí.