Onde o jornalismo não tem vez

Foto: S. Forrest/pa.picture alliance

Quando ouvimos histórias sobre jornalistas sendo perseguidos ou sobre violações relacionadas à liberdade de expressão, inevitavelmente pensamos em algum desses países comunistas ou ultrafundamentalistas como a Venezuela, a Coreia do Norte ou a Arábia Saudita. De fato esses países figuram entre os dez países mais censurados do mundo, conforme apuração da ONG Comissão para Proteção dos Jornalistas (CPC). No entanto, por pior que eles sejam em relação ao tratamento conferido à imprensa, seja ela nacional ou estrangeira, nenhum deles supera a jovem Eritreia.

“Eritreia, Eritreia, Eritreia, terra de fervor de nosso coração, viva seu povo”, canta a primeira estrofe do hino deste país localizado ao leste da África subsariana e que possui 121.329 km², menos da metade do Estado de São Paulo. Situado ao norte do Chifre da África e

Continue lendo no Observatório da Imprensa.