Roberto Carlos, da Jovem à Velha Guarda

(Foto: Divulgação/A Rebelião Romântica da Jovem Guarda)

Abro um WhatsApp do Pedro Varoni, editor do Observatório da Imprensa, me alertando sobre os 80 anos do cantor e compositor Roberto Carlos, na próxima semana, e me sugerindo um texto, já que publiquei o primeiro livro sobre o rei da Jovem Guarda, há 55 anos. Alguma coisa envolvendo experiência pessoal, situação política e comparações com a atualidade brasileira.

E lá fui eu à estante procurar onde estava o exemplar de A Rebelião Romântica da Jovem Guarda. Isso mesmo, só me restou mesmo um exemplar e ainda com a capa rasgada… que comecei a folhear, enquanto ia relembrando…

Estávamos no começo de 1966, o Brasil ia se acostumando com os dois anos de ditadura militar. Minha entrada no Estadão, como já chamávamos, ainda na época da rua

Continue lendo no Observatório da Imprensa.