No Brasil, só um de cada cinco pacientes intubados por Covid sobrevive

O risco de morte de todos os hospitalizados pela Covid no Brasil foi de 38%. Se o paciente for internado em UTI, o risco sobe para 59%; se for intubado, vai a 80%. Os resultados constam em estudo de Fernando Bozza, Otavio Ranzani e outros pesquisadores publicado na revista The Lancet Respiratory Medicine. O artigo considera dados sobre as hospitalizações de pacientes entre 16 de fevereiro e 15 de agosto de 2020. 

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

Em entrevista ao O Globo, Bozza, coordenador da Rede Brasileira de Pesquisa em Medicina Intensiva, afirmou que uma das explicações para a alta mortalidade em UTIs no Brasil se deve à política errática do governo Bolsonaro em relação ao combate à pandemia. “O Brasil perdeu muito tempo em 2020 com irrelevâncias, como medicamentos sem eficácia, e a chance de incorporar as melhores práticas e políticas que são de fato

Continue lendo na Revista Piauí.