Quanto menos polícia, menos crimes

Um estudo da Universidade Harvard, ainda em andamento, constatou que as trocas de tiros, os homicídios em geral e os assassinatos cometidos pelas polícias civil e militar na Região Metropolitana do Rio de Janeiro caíram em 2020, depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu as operações policiais nas favelas fluminenses. A suspensão tampouco fez aumentar de maneira expressiva a ocorrência de roubos e furtos. Os resultados da pesquisa, realizada pela cientista política Jessie Bullock, foram obtidos com exclusividade pelo Pindograma, projeto de jornalismo de dados.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

O estudo tem como pano de fundo um momento bastante tenso do Rio. No dia 18 de maio de 2020, o estudante negro João Pedro Mattos Pinto, morador do Complexo do Salgueiro, no município de São Gonçalo, brincava dentro de casa com amigos quando foi baleado nas costas por policiais que conduziam uma operação na

Continue lendo na Revista Piauí.