“Não podemos esperar mais um século por igualdade de gênero no Brasil”

A paulistana Tabata Amaral é deputada federal por São Paulo. Tem 27 anos e está em seu primeiro mandato, para o qual foi eleita em 2018 com 264 mil votos. Nasceu em um lar bastante pobre, estudou em escolas públicas e, depois de vencer sucessivas olimpíadas de matemática, conseguiu uma bolsa de estudos num colégio particular. Diz que sua vida foi salva pela educação, principal bandeira de seu trabalho na Câmara.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

Neste depoimento, a parlamentar defende a presença cada vez maior de mulheres no Legislativo. Hoje, elas são apenas 15% da Câmara, mas respondem por 25% dos projetos na área de saúde, de acordo com um levantamento do Instituto Vamos Juntas, fundado pela deputada. Amaral também fala das dificuldades que vem encontrando dentro de seu próprio partido, o PDT, com o qual tenta romper na Justiça Eleitoral, depois de ter divergido

Continue lendo na Revista Piauí.