A “Vachina” e as mentiras que todos querem ouvir

(Foto: Divulgação RedeComCiência)

Pandemia, fake news e negacionismo ganhando força no Brasil e no exterior. Em todos os níveis sociais, as pessoas se abasteciam diariamente de notícias que pareciam esdrúxulas e absurdas, mas que ganhavam força nos grupos de WhatsApp. O que parecia ser apenas bobagens distribuídas por familiares com pouca noção da realidade, na verdade era uma engrenagem poderosa que ganhava força por meio de estruturas que eram construídas para dizer o que as pessoas queriam ouvir e reforçar as suas crenças.

Foi neste cenário caótico que se fez necessário urgentemente reformular a comunicação do Instituto Butantan. Até então conhecido por muitos como um “lugar cheio de cobras”, o centro de ciências, que já possuía uma área fabril importante e com planos concretos de expansão, precisava dar

Continue lendo no Observatório da Imprensa.