Cúpula do CFM é peça-chave da tragédia que nos levou a 290 mil mortos por covid-19

Na noite em que o Brasil enterrou, pela primeira vez, mais de 2 mil vítimas de covid-19, médicos que insistem em prescrever remédios sem eficácia comprovada para a doença se preparavam para pregar o chamado tratamento precoce em uma live promovida pelo grupo Médicos pela Vida. Na programação, havia um convidado ilustre: o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina, Emmanuel Fortes, escalado para falar no primeiro painel do evento.

Fortes acabou cancelando o compromisso e foi substituído pelo colega Fernando Pedrosa, presidente do Conselho Regional de Medicina, o CRM, de Alagoas. O Cremal, de que Fortes é conselheiro titular e ex-presidente, já havia oferecido seu próprio curso sobre o “tratamento precoce” em agosto de 2020.

Programação da live do grupo Médicos pela Vida, acessada a uma hora do início do evento, marcado para as 20h do dia 10 de março.

<!– END-BLOCK(photo)[0]

Continue lendo no The Intercept.