Globo faz trégua com Bolsonaro para voltar a atacar Lula. Por Moisés Mendes

Renata Vasconcellos, do Jornal Nacional, fala sobre anulação dos processos de Lula. Foto: Reprodução/Twitter

Por Moisés Mendes

O general Eduardo Villas Bôas vai largar alguma nota, em nome do Exército, sobre a decisão do ministro Edson Fachin? É uma das questões que ficam em aberto, a partir da anulação dos processos contra Lula.

Se a grande imprensa fizer seu histórico papel de claque das Forças Armadas, é possível que a nota seja emitida. É só a Globo, a Folha e o Estadão pedirem para que o Exército de pijama seja mobilizado.

As corporações de mídia começam já a partir de hoje a tentar entender o que aconteceu e a bater em Lula, em Fachin e em todo o Supremo, ao mesmo tempo em que sugerem que a decisão favorece Bolsonaro.

É uma bobagem, mas os jornalistas mais assustados investirão no que já estão chamando de a volta do espantalho, como

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.