No dia com mais mortes, Bolsonaro insiste no negacionismo

Nem bem rompeu a marca de 250 mil mortes por Covid-19, o Brasil viveu nesta quinta-feira, exatamente um ano após o primeiro paciente ser diagnosticado no país, o dia mais letal de toda a pandemia. Segundo levantamento do consórcio de veículos de comunicação junto às secretarias de Saúde dos estados, foram registrados 1.582 óbitos – até então, o pior dia havia sido 29 de julho, com 1.554 mortos. O total de vítimas até agora é de 251.661, com média móvel em sete dias de 1.150, também a…


Continue lendo no Canal Meio.