Enganou-se quem pensou que BBB era mero entretenimento

(Foto: Divulgação)

Em todo início de ano, a programação das TVs abre os trabalhos a passos lentos, ainda com resquícios do ano que acabou de terminar, com anúncios do que está por vir e uma grade com entretenimento para aguardar o carnaval chegar, passar e permitir que a vida tome seu rumo corriqueiro. Entretanto, como diferentes processos alterados pela pandemia da Covid-19, a programação da TV neste início de 2021 não foi como os anteriores, até porque uma crise sanitária de dimensões mundiais, com impactos devastadores na econômica, que aprofundou desigualdades e já ceifou a vida de mais de 240 mil brasileiras/os não passa pela história sem reorganizar a vida por completo.

O ano de 2020 foi marcado também por episódios que descortinaram as subalternizações históricas e o quão ainda estamos distantes

Continue lendo no Observatório da Imprensa.