Cada crime no seu quadrado

Num Rio de Janeiro acuado entre o tráfico e a milícia, o perfil dos crimes muda de acordo com a atividade criminosa dominante em cada região da cidade. É o que mostra um cruzamento inédito de dados feito pelo Pindograma a partir dos indicadores do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP) e do Mapa dos Grupos Armados do Rio de Janeiro, que detalhou a divisão da cidade entre grupos de tráfico e milícia. O resultado do cruzamento mostra que os crimes seguem uma dinâmica própria e se distribuem de um modo peculiar pela capital fluminense: enquanto regiões de milícia registram mais ocorrências relacionadas ao controle da população daqueles territórios, as de tráfico concentram notificações ligadas a drogas ilícitas e ações violentas cometidas pela polícia. 

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

Para chegar a esse resultado, o Pindograma usou a divisão oficial da cidade do

Continue lendo na Revista Piauí.