O jogo de Lira para manter Daniel preso sem abrir mão da impunidade

A Câmara vai referendar a punição imposta pelo STF como um ponto “absolutamente fora da curva” da política de impunidade para outros malfeitos como corrupção e até ser mandante de assassinato

Veja mais de Andrei Meireles

Continue lendo no Os Divergentes.