A imprensa forma opiniões?

(Foto: Roman Kraft/Unsplash)

Há algum tempo tenho notado que os principais jornais diários de São Paulo estão mais preocupados não em dar a notícia, mas em aproveitar o viés político que pode ser dado às notícias.

Assim, por exemplo, lembremos o notável editorial do dia 13 de dezembro último, da Folha de S.Paulo, publicado não no local habitual das páginas internas, mas na própria página 1 do jornal. Esse editorial foi com razão criticado pelo ombudsman do próprio jornal na edição de 20/12/2020, no artigo “Palavras ao vento”, a respeito do qual ele disse que a “linguagem estava muitos tons acima do adotado nesse tipo de recurso”.

De fato, quando li aquele editorial, meu primeiro impulso foi escrever ao jornal lamentando seu baixo nível, mas desisti de fazê-lo porque seria

Continue lendo no Observatório da Imprensa.