O avanço do digital nos desertos de notícias

Os resultados desta quarta edição da pesquisa Atlas da Notícia estavam cercados de expectativas. O ano de 2020 foi atípico, com uma série de restrições impostas pela pandemia, mudanças drásticas nas rotinas, adoção de trabalho remoto e um aprofundamento da crise econômica. Embora o interesse da população por informação fosse notório nesse período, temia-se pelo aumento no número de municípios no que consideramos desertos de notícias: lugares onde não há informação jornalística local disponível para as pessoas que neles vivem.

De fato, os pesquisadores registraram o fechamento de 272 veículos de comunicação no Brasil e o prolongamento da pandemia em 2021 pode forçar o encerramento das atividades de mais organizações jornalísticas durante o ano, mas os temores não se confirmaram.

A quarta edição do Atlas mostra que houve redução dos desertos. Foram mapeados 217 municípios que deixaram de ser desertos e agora contam com ao menos um veículo de

Continue lendo no Observatório da Imprensa.