Digital reduz desertos de notícias no Nordeste

(Foto: Atlas da Notícia)

Blogs e veículos nativos de redes sociais ajudaram a preencher vazios noticiosos na região Redução de desertos de notícias não significa, necessariamente, melhor qualidade da cobertura jornalística Facebook e WhatsApp são as redes sociais mais utilizadas por projetos de jornalismo no Nordeste

 

Em um território diverso como o Nordeste — com mais estados e municípios do que qualquer outra região do país — os modos de produção e de disseminação dos conteúdos jornalísticos se transformam de forma igualmente heterogênea. Enquanto a convergência para plataformas digitais, por si só, não tem sido suficiente para garantir a sustentabilidade financeira de grandes empresas de mídia, geralmente sediadas nas capitais, a internet segue abrindo novas frentes de financiamento e de modelos de negócios nativos digitais,

Continue lendo no Observatório da Imprensa.