Isolado até no DEM, Maia ameaça com impeachment

A menos que aconteça uma reviravolta que ninguém espera, os candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), devem vencer as eleições para presidência da Câmara e do Senado, respectivamente. (Globo)

Na prática, significa a volta do Centrão ao comando da Câmara, de onde havia sido apeado pela queda de Eduardo Cunha em 2016, afastado pelo STF, cassado por corrupção e preso. (Folha)

A certeza da vitória de Lira sobre Baleia Rossi (MDB-SP)…


Continue lendo no Canal Meio.