Intercept lança bolsas para reportagens sobre tecnoautoritarismo

O uso da tecnologia para violar e ameaçar direitos fundamentais é um dos temas mais importantes para a sociedade. Governos, em todas as esferas, têm sistematicamente aumentado seu poder sobre nós com mecanismos de controle e vigilância – e não prestam contas a ninguém sobre isso. Mas nós aqui no Intercept estamos de olho – e queremos mais gente fazendo o mesmo. Nossa redação se une à Associação Data Privacy Brasil de Pesquisa, organização que atua na área de defesa da privacidade, para lançar as Bolsas de Jornalismo Investigativo em Tecnoautoritarismo.

Serão quatro bolsas, no valor de R$ 4.500 cada, para reportagens que mostrem iniciativas em todas as esferas do governo que se enquadrem como tecnoautoritarismo. Queremos mais repórteres investigando a forma como prefeituras, governos estaduais, governo federal e empresas privadas estão usando inteligência artificial, câmeras, bases de dados, redes sociais e outras ferramentas para violar e ameaçar direitos fundamentais

Continue lendo no The Intercept.