Democratas foram pior que o esperado entre eleitores não brancos — exceto no Arizona. Esta é a razão.

Em 2016, no Condado de Starr, no Texas, uma das áreas mais pobres dos EUA e com população 96% latina, Hillary Clinton ganhou de lavada, com 79% a 19% dos votos. Quatro anos depois, Joe Biden venceu esse mesmo condado por apenas 5 pontos de diferença.
Ainda assim, os votos para Clinton e Biden foram muito semelhantes: 9.246 para Hillary em 2016, 9.099 para Biden em 2020. Foram os números de Donald Trump que subiram, de pouco mais de 2 mil em 2016 para mais de 8 mil nesta eleição. O condado tem cerca de 43 mil pessoas com idade para votar, de acordo com o censo.

De alguma forma, Trump conseguiu quadruplicar seu total de votos enquanto Biden perdeu um pouco de terreno, mesmo com o comparecimento geral aumentando. Foi um exemplo claro de uma tendência que perseguiu Biden em todo o país: mesmo quando os democratas aumentaram seus

Continue lendo no The Intercept.