Mídia brasileira caiu no conto dos cientistas e médicos que assinaram carta defendendo a imunidade de rebanho para conter o coronavírus

(Foto: Unsplash)

Está circulando na mídia impressa e visual uma carta contendo a assinatura de 6400 cientistas e médicos. Ela pede que os governos do Reino Unidos e dos Estados Unidos estimulem a chamada imunidade de rebanho para conter o coronavírus. A ideia básica da carta — que pode ser achada aqui — é que se permita a circulação de jovens, ou seja, que se elimine o distanciamento social para que essa população pegue o coronavírus e adquira a chamada imunidade de rebanho fazendo a pandemia desaparecer mais rápido. Apenas os idosos e doentes seriam isolados. Os cientistas também defendem que o isolamento teria prejuízos na saúde pública. Supostamente a carta teria o aval de 6.400 cientistas e médicos de várias partes do mundo.

O interessante dessa carta é que

Continue lendo no Observatório da Imprensa.