Moral religiosa é mais forte no Brasil do que em países com renda parecida 

É preciso ser religioso para ter moralidade? Segundo estudo conduzido pelo Pew Reseach Center em 34 países, para 45% dos 38.426 entrevistados é preciso acreditar em Deus para ter bons valores. Mas essa opinião varia enormemente, de 9% na Suécia a 96% nas Filipinas. A pedido da piauí, o brasilianista Timothy Power, diretor da Escola de Estudos Globais da Universidade de Oxford, analisou os resultados. Ele explica, no texto a seguir, como os brasileiros se encaixam na régua moral e religiosa do mundo, quais as implicações políticas desse posicionamento e analisa os motivos de o país estar onde está.

Nas pesquisas internacionais sobre valores e cultura, existem vários indicadores de religiosidade, todos fortemente correlacionados: crença em Deus, participação em igrejas e cultos, prática da oração, importância da religião e de Deus na vida das pessoas, até crenças muito específicas com relação à vida após a morte, ao céu

Continue lendo na Revista Piauí.