“Não é só um teste”

N a semana passada, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Brasil, começou um programa de testagem em regiões de vulnerabilidade social na periferia de São Paulo. Realizado pelo governo do estado em parceria com o Instituto Butantan e a prefeitura da capital, o projeto vai monitorar casos da doença e identificar a incidência do novo coronavírus nessas áreas. O bairro escolhido para dar início ao projeto piloto foi a União de Vila Nova, no distrito da Vila Jacuí, Zona Leste de São Paulo. A escolha não foi ao acaso: até o dia 9 de julho – última atualização da prefeitura – a periferia Leste da capital concentrava mais de 38% das mortes confirmadas e suspeitas por Covid-19. As condições de vida dos moradores tornam o combate à epidemia ainda mais difícil. Luana Almeida, moradora da Vila Jacuí, conta como foi a testagem e o que

Continue lendo na Revista Piauí.