Bahia encampa hospital particular e abre 160 leitos contra o coronavírus

O Hospital Espanhol, em Salvador, estava desativado há cinco anos. Era um hospital particular, que fechou as portas após grave crise econômica: um símbolo do Brasil, que andou para trás desde 2015. Na manhã desta quarta feira (18), o governador Rui Costa (PT) vistoriou o edifício com sua equipe e o transformou num dos centros de combate ao Coronavírus na Bahia.

Será uma espécie de “hospital de campanha”, na mesma linha do que fizeram as autoridades chinesas, no início da epidemia na província de Wuhan. Lá, com recursos de sobra e um Estado ultracentralizado, os chineses ergueram uma unidade hospitalar, do zero, em pouco mais de duas semanas. A atitude do governador da Bahia é um símbolo importante de que cabe aos estados tomar à frente na gestão da crise – dadas as trapalhadas e a incapacidade do governo central em agir de maneira séria, sob o comando de Bolsonaro.

Continue lendo no Escrevinhador.