Gilmar diz que militares devem usar “meios institucionais” em suas demandas

Foto: Reprodução

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, afirmou que os representantes das Forças Armadas “devem respeitar os meios institucionais do debate sobre a urna eletrônica”.

O ministro se manifestou em seu perfil no Twitter em razão de uma reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, segundo a qual o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, disse ao presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), que as eleições gerais de 2022 não vão ocorrer caso não se adote o voto impresso.

“Política é feita com argumentos, contraposição de ideias e, sobretudo, respeito à Constituição”, disse Gilmar. “Na nossa democracia, não há espaço para coações autoritárias armadas.”

O recado, visto por opositores do governo como ameaça, foi levado a Lira por um intermediador, segundo a reportagem. O presidente da Câmara negou ter ocorrido o episódio e Braga Netto disse se tratar de uma “desinformação” para gerar instabilidade

Continue lendo no Blog da Cidadania.