Em nova versão, Lira não desmente ameaças de Braga Netto

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), não desmentiu até agora a reportagem do Estadão que informou que o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, teria ameaçado as eleições de 2022 caso não haja voto impresso, por meio de interlocutores. Lira apenas disse o que segue, em seu Twitter: “A despeito do que sai ou não na imprensa, o fato é: o brasileiro quer vacina, quer trabalho e vai julgar seus representantes em outubro do ano que vem através do voto popular, secreto e soberano.” Walter Braga Netto disse na chegda ao ministério que a matéria é invenção. Pouco tempo depois, em nota oficial, disse que ele não se comunica com os presidentes dos Poderes por meio de interlocutores. O Estadão diz que mantém todas as informações que publicou.

 

As últimas decisões do governo foram pelo reconhecimento da política e da articulação como

Continue lendo no Blog da Cidadania.