Como dois e dois são cinco

A dona de casa Joice Domingos de Souza, de 35 anos, atendia o filho Kaik, de 8 anos, que assistia a uma aula pela tevê do quarto e que, sentado em uma almofada no chão, franzia o rosto diante de um exercício de português. Da sala, Marcos Matheus, de 9 anos, chamou a mãe. O menino caiu aos prantos porque não conseguia entender a explicação da professora, que ele tentava acompanhar por outro televisor. Enquanto Joice acalmava o garoto, Maique, de 6 anos, também reivindicou ajuda: o celular em que ele assistia à aula parou de funcionar. “Desde que começou o ensino a distância, é assim. Preciso fazer rodízio para atender todo mundo”, resignou-se a dona de casa, que mora com o marido, Marco Antônio Soares, e sete filhos (entre eles, cinco netos de Soares, que o casal adotou legalmente) em uma casa simples de madeira no bairro Santa Felicidade,

Continue lendo na Revista Piauí.