Bolsonaro ataca relator da CPI e diz que vai provar suposta “fraude” nas eleições de 2014

Jair Bolsonaro concedeu manhã desta terça-feira, 20, entrevista a Rádio Itatiaia de Minas Gerais e voltou a atacar o relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), ao dizer que o relatório final da comissão “é para jogar no lixo”.

Bolsonaro está acuado diante das denúncias de corrupção na compra de vacinas contra Covid-19 pelo Ministério da Saúde e sob o comando do então general Eduardo Pazuello, seu braço direito.

“O relatório do Renan é para jogar no lixo. É uma palhaçada o que eles estão fazendo. Eles estão nos acusando de comprar, por exemplo, a Covaxin. De comprar não, de se corromper. Não pagamos um centavo sequer da Covaxin, é só narrativa”, esbravejou.

“CPI não quer investigar nada, quer desgastar o governo. Quantas mortes a CPI evitou? O tempo todo acusações, pessoas desqualificadas vão depor lá como se fossem grandes lobistas. A tentativa de corromper o governo existe sim, Brasília


Continue lendo no O Cafezinho.