A importância do posicionamento de jornalistas em tempos de turbulência político-ideológica

Crédito: Harryarts/Freepik

Tudo indica que nós, brasileiros, estamos caminhando para um período de extrema turbulência política, causada pela tensão e pelas incertezas em torno das eleições presidenciais do ano que vem e pela evolução da crise econômico-financeira no país. Esta perspectiva obriga o jornalismo a repensar algumas das normas mais entranhadas na cultura profissional, como a da objetividade, isenção e imparcialidade, diante da complexidade crescente no ambiente informativo contemporâneo.

Não se trata mais de uma discussão teórica sobre a validade ou não das regras sobre objetividade e isenção, mas de analisar como as rotinas cotidianas do jornalismo estão sendo afetadas pela ação combinada das novas tecnologias digitais de informação e da crise estrutural no exercício da política em nosso país.

A cobertura dos trabalhos da CPI da Pandemia concentra a maior parte

Continue lendo no Observatório da Imprensa.