Governo joga fumaça nos dados sobre queimadas

Era manhã da segunda-feira, 12, quando uma nota do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anunciou o lançamento do Painel de Monitoramento ao Risco de Incêndio, uma plataforma em formato escolar na qual pontinhos vermelhos, laranja, amarelos e verdes sinalizam diariamente no mapa do Brasil a probabilidade de fogo na vegetação. A escala de risco vai de fraco a perigosíssimo, com base em dados de temperatura, chuva e umidade das estações meteorológicas. No mesmo dia, em uma live produzida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com a presença da ministra Tereza Cristina, o diretor do Inmet, Miguel Lacerda, informou que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) não divulgaria mais informações sobre incêndios; a partir dali todos os relatórios do governo federal seriam centralizados no Sistema Nacional de Meteorologia (SNM), que reúne vários órgãos, inclusive o próprio Inpe.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

O movimento

Continue lendo na Revista Piauí.