A criminosa omissão na comunicação pública sobre a Covid-19

Foto: Myke Sena/MS

Poucas situações evidenciam de forma tão clara o reacionarismo estrutural do governo brasileiro do que a olímpica ignorância do Palácio do Planalto em relação às campanhas de esclarecimento público. É constrangedor verificar que a elite governamental ainda não percebeu que qualquer iniciativa para combater uma pandemia como a Covid-19 só funcionará junto com uma campanha de informação pública. A cultura comunicacional dos nossos dirigentes está desatualizada em mais de um século.

É inacreditável que a política de comunicação pública do governo priorize o ENEM e iniciativas administrativas do Ministério da Educação e simplesmente ignore as dúvidas e angústias dos brasileiros causadas pela devastação social, econômica e sanitária provocada pela Covid. Não é por falta de informação que a Secretaria de Comunicação (SECOM) do Governo Federal

Continue lendo no Observatório da Imprensa.