Mortes de gestantes e mães no pós-parto diminuíram 88% entre março e junho de 2021

Em março, 383 grávidas e mães no pós-parto morreram de Covid-19 no Brasil. Em abril, o Ministério da Saúde incluiu gestantes, puérperas e lactantes na fila prioritária da vacinação, e esse número passou a cair. Em junho, foram registradas 48 mortes. Ou seja, mortes de gestantes e mães no pós-parto diminuíram 88% entre março e junho de 2021

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

Nesta quinta-feira (8), o Ministério da Saúde voltou a recomendar a vacinação para grávidas e mães no pós-parto sem comorbidades. Desde maio, a imunização desse grupo estava paralisado devido a um efeito adverso grave causado em uma gestante vacinada com o imunizante da AstraZeneca. A recomendação é que agora elas sejam vacinadas com CoronaVac ou Pfizer. Alguns estados já estavam imunizando esse grupo antes da indicação da pasta, como São Paulo. De acordo com a pasta, até 8 de julho, 313,2 mil

Continue lendo na Revista Piauí.