Em junho de 2021, Amazonas teve quase um décimo das mortes por Covid-19 que registrou em janeiro

O estado do Amazonas, que viveu uma crise humanitária em janeiro devido à pandemia, hoje vive um cenário mais estável. No primeiro mês do ano, a Covid-19 matou 2.832 pessoas no estado. Em junho, matou 328 – quase um décimo das mortes de janeiro.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

Na terça-feira (6), o estado não registrou mortes por Covid-19. Foi a primeira vez, desde o dia 1º de abril de 2020, que o Amazonas não teve óbitos em decorrência da doença. “É impacto da vacinação. Na medida em que nós vamos avançando na vacinação, e o Amazonas é um dos estados que mais avançou, é possível comemorar esse tipo de fato. Você vai desviando a faixa etária da doença para públicos ainda não-vacinados, ou seja, mais jovens com risco menores de morrer, e com isso a tendência de hospitalizações e mortes tende a cair”, afirmou o

Continue lendo na Revista Piauí.