Bolsonaro planeja a guerra dos sem máscara contra os com máscara. Por Moisés Mendes

Publicado no Blog do Moisés Mendes

Bolsonaro em entrevista coletiva sobre a crise do coronavírus. Foto: Reprodução

Vem aí a guerra das facções fascistas dos sem-máscara. Se Bolsonaro conseguir desobrigar as pessoas a usarem a máscara, é fácil prever o que vai acontecer. Teremos brigas ferozes e imprevisíveis diante de qualquer desavença.

Um sujeito sem máscara, respaldado por uma nova decisão ‘legal’, decide entrar numa loja. Um funcionário reage. Um cliente se incomoda. Alguém diz alguma coisa. Está armada a confusão.

Não duvidem que Bolsonaro possa dar um jeito e liberar a máscara, mesmo desafiando a Justiça, porque tudo passou a ser possível há muito tempo.

O brasileiro é usado por Bolsonaro para testes variados, e o principal desses foi a matança com a cloroquina. Manaus foi submetida ao laboratório da imunidade de rebanho com o remédio milagroso que enriqueceu muita gente. Deu no que deu.

A intenção, com a retirada

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.