Bolsonaro aceita deixar para Queiroga decisão sobre máscaras

Foto: Correio Braziliense

O presidente Jair Bolsonaro voltou a insistir, nesta sexta-feira (11/6), na flexibilização do uso de máscaras para pessoas já vacinadas ou que já foram infectadas pela covid-19. Porém, afirmou que a decisão final será do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

“Ontem (10), pedi para o ministro da Saúde fazer um estudo sobre máscara. Quem já foi infectado e quem tomou vacina não precisa usar máscara. Mas quem vai decidir é ele, dar um parecer”, apontou.

O mandatário ainda citou decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e reclamou que a decisão final sobre o uso de máscaras é de estados, municípios e do Distrito Federal, e não do governo. “Se bem que quem decide na ponta da linha é o governador e o prefeito. Eu não apito nada, né? Segundo o Supremo, quem manda são eles. Mas nada como você estar em paz com a sua consciência”, emendou.

Continue lendo no Blog da Cidadania.