2021 na América Latina – Democracias de transição no limite

Foto: Hector Retamal/AFP

Na América Latina, os anos 1990 foram anos de transições. Transições de ditaduras para a democracia. Transições de guerras internas para a paz e seus compromissos. Em 2019, 2020 e 2021, os sinais são outros: violências policiais, violências populares, contestações de todo tipo põem em xeque regimes apresentados durante muito tempo como democracias modelo. A crônica dos acontecimentos correntes convida a um mea culpa coletivo. No entanto, dispomos para isso de boas lentes?

Essas democracias pareciam exemplares sob todos os aspectos. No entanto, um rumor coletivo antissistema aparece tal como mancha de óleo, testemunhando as repetidas crises populares nestes últimos anos. Todas denunciavam a degradação das condições de vida dos menos privilegiados. Ainda ontem, em 2019, a razão, ainda que indireta, foi o aumento do preço dos combustíveis pelo

Continue lendo no Observatório da Imprensa.