Desligamentos de instrutores de autoescola por morte cresceram mais do que os de qualquer outra categoria de professor

O desligamento por morte na pandemia afetou mais os instrutores de autoescola que qualquer outra categoria de professor. Em comparação ao período de janeiro de 2015 a março de 2020, a média mensal de desligamentos por óbito de professores em geral aumentou 60% na pandemia, de abril de 2020 a março de 2021, já a de instrutores de autoescola cresceu 100%. Ou seja, para cada 10 instrutores que morriam antes da pandemia, agora morrem 20. E a cada 10 professores, atualmente são 16.

Na última sexta-feira, o Ministério da Saúde afirmou em nota que vai antecipar a vacinação de profissionais da educação, dando prioridade aos que atuam em creches. No Rio de Janeiro, esses profissionais começaram a ser vacinados em abril e, após uma paralisação no dia 7 de maio, a ação teve retorno no último dia 24. Em Minas Gerais, o governo anunciou que pretende finalizar a vacinação

Continue lendo na Revista Piauí.