Salles investigado por ajudar madeireiras ilegais

A Polícia Federal amanheceu, ontem, à porta da casa do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em São Paulo, assim como em seus escritórios em Brasília e no Pará. Revirou tudo. A Operação Akuanduba investiga a eliminação da necessidade de documentos que comprovem a origem legal de madeira exportada a partir da Amazônia. Foram, ao todo, 35 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo ministro do STF Alexandre de Moraes. Ele também determinou o afastamento imediato do presidente do Ibama,…


Continue lendo no Canal Meio.