Filipe Martins fez gesto com conotação racista no Senado, conclui investigação

A polícia do Senado indiciou Filipe Martins, assessor para assuntos internacionais da Presidência, por considerar que o gesto feito em sessão de 24 de maço tinha conotação racista. O relatório final da investigação foi enviado ao MPF (Ministério Público Federal), que deve decidir se denuncia ou não o assessor.

As informações foram publicadas nessa 3ª feira (4.mai.2021) pela Folha de S. Paulo.

Na sessão de março, Martins fez um gesto com a mão que se assemelha a um sinal de “OK”, usado em vários países, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas o movimento tem outros sentidos. No Brasil, faz alusão ao ânus. Nos Estados Unidos, também é usado por supremacistas brancos que exaltam o que chamam de “white power” (poder branco). Os 3 dedos esticados formariam “W”, de white, e o polegar junto com o indicador emulariam a volta do “P”, de power. Veja o momento abaixo.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;} input.submit{margin-top: 0.2px !important;} .mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full


Continue lendo no Poder 360.