Polícia do Senado acusa assessor de Bolsonaro de gesto racista

Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal recebeu o relatório final da investigação envolvendo o assessor para assuntos internacionais da Presidência, Filipe Martins.

O auxiliar do governo Jair Bolsonaro foi indiciado pela Polícia do Senado e, agora, o MPF terá que decidir se denuncia Martins ou se opina pelo arquivamento.

A apuração concluiu que os gestos feitos às costas do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em 24 de março, tinham conotação racista.

Redação com Folha  

O post Polícia do Senado acusa assessor de Bolsonaro de gesto racista apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

Continue lendo no Blog da Cidadania.