Polícia acusa mãe e padrasto pela morte do menino Henry

Foto: Reprodução

A 16ª Delegacia de Polícia (Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro) divulgou, nesta terça-feira, 4, a conclusão do inquérito que investigou o assassinato do menino Henry Borel, de 4 anos, na madrugada do último dia 8 de março. A mãe do garoto, a professora Monique Medeiros, de 33 anos, e o médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, de 43, foram indiciados pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e tortura contra a criança. Segundo o relatório final do inquérito, a que VEJA teve acesso, houve um terceiro episódio de agressão a Henry e que, ao contrário do que tenta afirmar a defesa da professora, ela não era subjugada por Dr. Jairinho. O relatório só não traz a dinâmica do crime, que só será esclarecida a partir da confissão de um dos dois.

Conversas capturadas pela polícia no celular da babá Thayna de

Continue lendo no Blog da Cidadania.