Na CPI da Covid, profissionais e amadores dividem a ribalta

Os primeiros embates na CPI da Covid mostram bolsonaristas empregando a mesma tática de guerrilha virtual, como se ela ainda tivesse o mesmo potencial destrutivo da campanha eleitoral, e senadores desperdiçando munição numa jornada que deve durar 180 dias. Nesta toada, o palco pode virar cadafalso

Veja mais de Itamar Garcez

Continue lendo no Os Divergentes.