Exército de lobistas nos EUA tenta barrar genéricos de vacinas contra a covid-19

A indústria farmacêutica está injetando recursos em sua luta política contra as vacinas genéricas para a covid-19.

Documentos do primeiro trimestre de 2021 informam que mais de 100 lobistas foram mobilizados para pressionar legisladores e membros do governo Biden, com o objetivo de que se opusessem a uma proposta de suspensão temporária de patentes no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC). A medida permitiria a produção global de vacinas genéricas.

O grupo de lobistas das farmacêuticas que trabalha contra a proposta inclui Mike McKay, um dos principais arrecadadores de fundos para os democratas na Câmara dos EUA. McKay agora colabora com a Pfizer, assim como vários antigos membros do Gabinete de Representantes Comerciais dos EUA, órgão que supervisiona as negociações com a OMC.

Segundo novos documentos que se tornaram públicos, vários grupos comerciais financiados por empresas farmacêuticas também buscaram derrotar a proposta dos genéricos.

Continue lendo no The Intercept.