No Brasil, risco de mãe morrer no parto é 90 vezes o de alguém ter trombose por causa da vacina

Os imensos benefícios das vacinas contra Covid-19 superam os mínimos riscos atrelados a elas. A possibilidade de ter trombose no cérebro ou no baço por causa da vacina Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Brasil, é de aproximadamente 1 em 153 mil. Já o perigo de uma mãe morrer durante o parto no Brasil é muito maior: 1 a cada 1.692 bebês nascidos vivos.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há motivo para se preocupar com a vacina da AstraZeneca/Oxford depois dos casos raros reportados de coágulos. “O risco de morrer pela Covid-19 é muito maior do que o risco de ter um efeito colateral, que é muito raro”, afirmou a diretora-assistente da OMS, Mariângela Simão, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Fontes: Ministério da Saúde, European Medicines Agency

O post No Brasil, risco

Continue lendo na Revista Piauí.