Lula e o labirinto do Supremo

Por que o Supremo Tribunal Federal está decidindo, novamente, sobre a liberdade e a elegibilidade do ex-presidente Lula? Há uma resposta técnica para explicar o debate atual e sua diferença em relação a decisões anteriores. Contudo, esse tipo de explicação, embora relevante, esclarece apenas parte do que se procura saber. Ela precisa ser complementada por outra interpretação que explique por que todo caso envolvendo o ex-presidente no STF parece gerar uma complexidade ímpar – tanto nas decisões que lhe foram favoráveis quanto nas contrárias. É preciso explicar por qual razão o Supremo parece se perder em um labirinto construído por seus próprios ministros toda vez que julga esses casos.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

Em vários momentos, ao decidir sobre Lula, o STF causou surpresa tanto na comunidade política – devido aos resultados – quanto na comunidade jurídica – por suas justificativas técnicas. Foi o

Continue lendo na Revista Piauí.