Um país rumo à teocracia

Foto: Isac Nóbrega/PR

Vocês me desculpem, mas parece não haver mais jeito. O Brasil vai acabar. Vai acabar o Brasil da época de minha mocidade e de ainda há alguns anos. O Brasil da alegria solta e descompromissada, que fez nosso sucesso no estrangeiro. O Brasil do Ary Barroso, Dorival Caymmi, Chico Alves, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque e tantos outros cantando nossa maneira livre de viver, nossa irreverência, nosso gosto pelo sabor do pecado, pelo rebolar das cabrochas, pelas morenas dengosas, nossas gargalhadas gostosas, nosso riso incontido, nossa inconsequência, nosso samba, nosso Carnaval…tudo isso acabou, vivemos agora uma quarta-feira de cinzas sem fim.

E de onde nos vem essa desgraça, essa maldição, essa tristeza constante, esse olhar perdido de condenados, esse medo do além, esse desejo

Continue lendo no Observatório da Imprensa.