Farmacêuticas prometem a investidores subir preços da vacina contra covid-19

As empresas farmacêuticas norte-americanas responsáveis pelas vacinas aprovadas nos EUA contra o coronavírus – Johnson & Johnson, Moderna e Pfizer – discretamente revelaram seus planos para aumentar os preços das vacinas num futuro próximo, e para capitalizar sobre a presença duradoura do vírus.

Embora essas empresas tenham se beneficiado da boa vontade da população em decorrência da corrida para desenvolver as vacinas, os executivos da indústria farmacêutica observaram que o público ainda está bastante sensível aos preços dos medicamentos, e os riscos de reputação coibiram até agora a capacidade de auferirem vastas recompensas financeiras.

Essa situação, eles esperam, deve mudar quando a pandemia acabar: uma data que os próprios fabricantes se reservam o direito de definir. Representantes das farmacêuticas, durante falas em recentes conferências e videochamadas com investidores, revelaram a expectativa de que o vírus deverá continuar em ação, transformando a pandemia em uma endemia

Continue lendo no The Intercept.