Esperando a morte chegar

Tive de ir à rua por necessitar de compras básicas e, ao menos no meu bairro, não tem nem sombra de lockdown. Ruas com movimento pouco abaixo do normal, raras lojas completamente fechadas – muitas á meia-porta, apenas – e academias de ginástica a todo o vapor. Uma amiga, recém chegada de Portugal comenta que […]

O post Esperando a morte chegar apareceu primeiro em TIJOLAÇO.

Continue lendo no Tijolaço.